sexta-feira , 23 de fevereiro de 2018
Inicio / Destaques / Floresta bate o Ceará por 3 a 1 e conquista a Taça dos Campeões Cearenses
Artilheiro do Floresta, Edson Cariús marcou um dos gols da vitória (Foto: Evilazio Bezerra/O POVO)

Floresta bate o Ceará por 3 a 1 e conquista a Taça dos Campeões Cearenses

Partida também valeu três pontos para o Campeonato Cearense. Com isso, time da Vila Manoel Sátiro lidera o Estadual

 A apatia do Ceará em campo, na noite desta quarta-feira, 24, no PV, culminou na segunda derrota alvinegra no Campeonato Cearense. Com uma estratégia bem executada, o Floresta fez 3 a 1 no Vovô, emendou a segunda vitória consecutiva no Estadual, assumiu a liderança e ainda levou Taça dos Campões Cearenses para a Vila Manoel Sátiro. 

A desorganização ofensiva, a quantidade excessiva de passes errados e um certo desleixo em campo por parte do Ceará descaracterizaram quase por completo a impressão deixada pelo mesmo grupo na estreia do Estadual, quando goleou o Guarani-J por 5 a 2. Não fosse as boas movimentações dos pontas Andrigo e Felipe Azevedo e o esforço do meia Ricardinho, que deixou o gramado sob aplausos, era possível arriscar tratar-se de outro elenco.

O adversário, ao contrário, tinha proposta de jogo bem definida e cumpria à risca o planejado pelo técnico Raimundinho. Uma linha de cinco jogadores na defesa dificultava o trabalho do arsenal alvinegro e uma avenida pela direita, nas costas do lateral Renato, se apresentava como caminho para os contra-ataques. Foi por lá que no segundo minuto de jogo Gabriel cruzou para Paulo Vyctor marcar o primeiro.

O filme do revés contra o Iguatu certamente passou na memória dos torcedores alvinegros, mas ainda estava cedo e era mais cômodo acreditar numa virada sem maiores problemas do Vovô. O que aconteceu de fato, porém, foi uma pressão mais pela força que pela estratégia. Na última investida do segundo tempo, a insistência se transformou em gol. Andrigo aproveitou sobra das tentativas de Elton e Felipe Azevedo de um lance só e confirmou o bom momento que vive com a camisa alvinegra.

Chamusca resolveu bloquear o escape do Floresta na segunda etapa, trocando Renato por Leandro Silva. As investidas do time da Vila Manoel Sátiro diminuíram e o jogo ficou com cara de “ataque contra defesa”. Por pouco tempo. Raimundinho adaptou a estratégia do Floresta. Colocou Felipe Lacerda em campo e passou a apostar em lançamentos. Mas foi Dim, com um chute de longe, aos 22 minutos, que o placar aumentou.

Sem vergonha nenhuma de proteger o resultado, o técnico do Floresta lançou dois volantes a campo. A ideia era simples: evitar uma recuperação do Ceará. Depois disso, em uma das poucas descidas ao ataque, o time da Vila Manoel Sátiro conseguiu uma cobrança de falta  favor, aos 39 minutos. Após a cobrança, Edson Cariús, na segunda trave, cabeceou e fez 3 a 1.

No PV só se ouviam os gritos da torcida do Floresta. De “olé” ao “É campeão” – referente ao título da Taça dos Campeões Cearenses. Além da vitória e do troféu, o torcedor do Floresta foi para casa com mais um motivo para comemorar: a liderança do Estadual.

 
 
Fonte – O Povo Online

Deixe Sua Mensagem

Sobre Jardel Pessoa

Leia Também

Prefeito de Ipu almoça com o presidente do Senado

O prefeito de Ipu, Carlos Sérgio Rufino Moreira (PCdoB), juntamente com o presidente da Associação …